17.9.12

Natal como destino de Lua de Mel - Um acontecimento não tão Lua de Mel assim...

Hoje eu deveria fazer um post sobre o convite do nosso padrinho recentemente convidado o (outro) Diego, amigo do Junior. Mas pra não ficar uma leitura chata vou esperar convidarmos mais um padrinho do Junior para  falarmos dos dois num único post.

Esse post vai pra quem tem paciência pra ler e quiser ler um acontecimento muito engraçado! Eu voltei hoje de Natal e pensei em fazer alguns posts falando sobre Natal como destino de Lua de Mel. Conheci umas coisas bacanas por lá e gostaria de compartilhar com vocês. Quero mesmo fazer esses posts, mas antes preciso contar como foi o meu primeiro dia de viagem e que não teve NADA de Lua de Mel! kkkk Foi um acontecimento tão épico que eu escrevi à caneta na primeira folha de papel disponível que eu tinha pra não esquecer de relatar como tudo exatamente aconteceu! kkk

O que vou relatar à seguir neste post não tem nada a ver com casamento, é só um momento engraçado que eu vivi com o Junior na nossa viagem de férias e que gostaria de compartilhar. Fiquem livres para não ler se não tiverem paciência rsrsrs Resolvi dar essa introdução pra depois falar das coisas boas, aí sim, relacionadas à uma possível sugestão de Lua de Mel, ok?
***

Então foi isso que aconteceu...

"Quando eu e Junior acordamos em nossa casa às 5:30 da manhã não imaginávamos metade do dia que teríamos pela frente. Fizemos nossas últimas arrumações na mala, despedimos da gata que ficou sob os cuidados da minha sogra e fomos de carona com ela rumo ao aeroporto do Galeão.

Chegamos por lá cerca de 2 horas e meia antes do previsto horário do vôo para Natal e é aí que tudo começa. Segue informação importante para futuros fatos: Como sou comissária, um dos benefícios que a empresa me dá é poder viajar gratuitamente para as cidades do Brasil que operamos, isto é, sempre que há vaga no vôo, do contrário não posso ir. Para meus familiares, incluindo o Junior, o benefício é similar, sendo que eles pagam uma pequena taxa, de resto é tudo igual, só vai se tiver assento livre no vôo.

Ao chegarmos ao balcão de check-in a simpática atendente após nos dar bom dia nos perguntou: "Tem certeza que vocês querem ir pra Natal hoje? O vôo está lotado até a tampa!" Uau! Ficamos, eu e Junior, com cara de interrogação. Ela continua: "E o próximo vôo às 5 da tarde também está impraticável! Não sei o que acontece, hoje é quinta!" Eu pensei comigo: "É eu tb não sei! O que faremos agora???" Enquanto ela lamentava a atual conjuntura eu mirava a folha da reserva do hotel e o valor da multa em caso de cancelamento: R$200!!! Não pode ser... isso não está acontecendo... Eis que então eu ouço uma voz por trás de mim do nada com uma voz embargada como quem tem a solução salvadora: "E pra João Pessoa???" Era o Junior tendo um insight. "Hã?!?" Era eu tendo uma síncope com o insight dele. "Como assim, João Pessoa?" A atendente compra a idéia e responde: "O vôo pra João Pessoa está com 10 vagas!". O Junior vira pra minha atual cara de  empadinha e responde: "Amor, é a cidade mais perto que tem!" E eu: "E??? O que você pretende fazer depois que chegar em João Pessoa?". Ele sorriu. Estava alí instaurada a missão, o plano B: Chegar à Natal via João Pessoa!

As horas que antecederam o vôo pra João Pessoa fora usadas para futucar o Google em busca de informações. Chegaríamos lá às 14:30h, levaríamos cerca de 20 minutos de táxi do aeroporto até a rodoviária, de onde sairia um ônibus da Viação Nordeste às 15:30h em direção à Natal, onde finalmente teríamos que pegar outro táxi até o aeroporto de Natal para buscar o carro na locadora. 
Plano traçado! Eu só não estava acreditando que iríamos realmente fazer aquilo!!! 

Ainda na sala de embarque muito nervosa eu apelei: "Junior, ainda dá tempo de desistir...". Ele fez que nem ouviu. Embarcamos! Agora não dava mais pra desistir!

Fizemos nosso vôo tranquilo até João Pessoa e pousamos no horário. A mala demorou o suficiente pra me dar dores de estômago e depois sair em disparate pelo aeroporto atrás do primeiro que gritasse "Táxi?" Antes disso passamos pelo caixa eletrônico, algo me dizia que aquilo era a coisa mais correta a se fazer, eu estava certa, cartão de débito é moeda estrangeira por lá, ninguém aceita!

A viagem de táxi foi uma ansiedade só, o burrinho do Shrek perdeu pra mim, eu não parava de perguntar ao taxista "Já tá chegando? Falta muito, moço? Quanto tempo mais?" Garanto que ele gostou mais do Junior que só perguntou o que tinha de bom pra fazer em João Pessoa. Mal avistei a rodoviária às 15:10h e eu já combinava: "Você vai acertando com o taxista, descarregando a mala, enquanto isso eu vou comprando nossas passagens". A compra das passagens valeriam um capítulo à parte mas eu vou encurtar... demorou. E eles não aceitavam débito. E demorou.
Quando o atendente me entregou as passagens parecia o revezamento de 500 m com bastão, o Junior já ía na frente tentando pegar alguma coisa pra gente comer, afinal seriam mais 3 horas de viagem. Alcancei o Junior na lanchonete. Foi quando eu tive um ataque de riso ao olhar ao meu redor e sentir vontade de fotografar tudo! Aquele era um dos lugares mais toscos pitorescos que eu já havia estado! 

Na lanchonete, procurei por produtos devidamente industrializados e embalados. O Junior pedia corajosamente por uma coxinha. Acho que enquanto ele não soubesse o proceder da galinha ou da mão do cara que fritou a coxinha e da qualidade da colônia bacteriológica do ambiente onde ela era exposta, tava valendo. Eu indaguei " Você vai ter a coragem de comer essa coxinha?" Ele respondeu "O que não mata, engorda". Tive um medo súbito de ficar viúva.

Embarcamos faltando pouco menos de 5 minutos no que a Viação Nordeste gosta de chamar de ônibus. Tão encantador que eu tirei milhares de fotos. Considerei mandá-las pra Anvisa, mas relaxei. Considerei contar a variedade de ácaros presentes nas poltronas, mas relaxei. Passei um pano na cabeça assemelhando-me à uma muçulmana (temi pelos cabelos). Relaxei. 

Tomamos a estrada onde depois de cerca de 10 minutos tivemos nosso primeiro (ou seria o milésimo) momento tenso. Ouvimos o motorista encostar no acostamento, começar a forçar o motor e não sair do lugar. Pensamos: "Essa não, o ônibus quebrou!" "

Amanhã começam relatos e dicas de viagem de uma Lua de Mel de verdade, assim que chegarmos à Natal, nas cenas dos próximos capítulos!!!

Junior e a famosa coxinha!


Rodoviária de João Pessoa e o suposto ônibus da Viação Nordeste

Um encanto de condução rsrsrs

10 comentários:

  1. Nossa...sua viagem virou uma aventura kkkk
    To curiosa pela continuaçao dos relatos
    bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi mesmo! E uma aventura inesperada! rsrsrs

      Excluir
  2. Essas aventuras... o bom que vc está com seu amor!!


    bjs!

    www.diariodeumabride.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ansiosa para ver os proximos relatos...hehehe...
    Foi uma aventura e tanto. ehheeh

    ResponderExcluir
  4. O que seria as viagens sem as aventuras??
    Agora o melhor "aqui lo que a viação nordeste chama de ônibus" ri muito só imaginando a cena rsrsrs
    Que chique ser comissária, hein rsrs louca para saber como essa história continua rsrs
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. É muito legal ter histórias, nem que sejam de ciladas!!!kkk Aqui em casa somos mestres em entrar nessas! E sei bem como são essas concessões de passagens, meu love é mecânico há muitos anos em empresa aérea, já passei por enroscadas também! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Éri mlr, tu sofreu pacas heins?!
    Muito corajoso o teu Jr Boy, o meu Jr Boy tbm é assim, deu fome o que tiver ele come, mas eu faço uma lavagem cerebral ne sobre a comida e ele desiste! kkkk'
    Quanto o busão, já tive a infelicidade de usa-lo numa viagem de Fortaleza-Natal, péssimo, pior viajem da minha vida, busão só o caco, desconfortável e o banheiro horrível !!!
    Tô doida pra ler os outros relatos!!

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk então vc me entendeu perfeitamente, né, Bia? rsrsrs Ainda bem que eu não usei o banheiro! kkkk

      Mil beijos!!!

      Excluir
  7. Bem, pelo menos sobrou coisas engraçadas pra contar kkkk...
    Fiquei curiosa pra saber o que vem depois.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Que aventura moreco,mas pelo menos vcs nunca irão esquecer,pelo menos pensa vai que aquele ditado um raio não cai duas vezes no mesmo lugar,pelo menos acontece antes de ser a Lua de Mel oficial gata!
    Beijinhos e curte ai..

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
A Aeromoça Noivinha © - Layout Desenvolvido por Erica Moraes - VOLTAR AO TOPO!